Portrait,Of,Smiling,Senior,Woman,With,Perfect,Skin,Showing,Victory

Os 3 tipos de rugas que existem


Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+

Que as rugas são sinais de envelhecimento que surgem na pele, todo mundo já sabe. Mas, você sabia que existem diferentes tipos de rugas? Cada uma delas surge por fatores diversos e exigem tratamentos específicos para serem eliminadas ou retardadas.

Logo a seguir, você conhecerá os tipos de rugas e quais os procedimentos adequados para o tratamento, preservando a sua pele e o seu bem-estar. Boa leitura!

 

Quais são os tipos de rugas

O corpo humano passa por um processo natural de transformação por causa de um fator: o tempo. À medida que os anos passam, o organismo se modifica tanto internamente quanto externamente.

Uma das principais partes afetadas pelo envelhecimento é a pele. É onde os sinais mais visíveis podem surgir, entre eles, os 3 tipos de rugas: dinâmicas, estáticas e gravitacionais. Apesar de serem influenciadas por um mesmo fator – o tempo – cada ruga se origina por diferentes ocasiões.

tipos de ruga: mulher olhando no espelho e tocando o rosto

Legenda: As rugas são resultadas do envelhecimento da pele e também da ação de fatores externos.

Rugas Dinâmicas

As rugas dinâmicas são aquelas causadas pelos movimentos das expressões faciais: franzir a testa, sorrir, chorar, demonstrar raiva, levantar sobrancelhas ou qualquer outro movimento voluntário ou involuntário.

Isso acontece porque os músculos que exercem a movimentação estão ligados à pele. Então, quando ocorrem essas contrações, as rugas ficam evidentes. As consequências são as rugas na testa, entre sobrancelhas e os ‘pés de galinha’.

Rugas Estáticas

As rugas estáticas são causadas pelo envelhecimento natural da pele e pela perda de colágeno, podendo ter relação ou não com a movimentação da musculatura. Agentes externos também são causadores deste tipo de ruga, como a exposição luz solar.

A diferença para as rugas dinâmicas também está na profundidade das depressões na pele – as estáticas são mais profundas.

Rugas Gravitacionais

Muito comum em pessoas acima dos 50 anos, as rugas gravitacionais surgem devido ação da gravidade, flacidez e perda de colágeno da pele. Este tipo de ruga possui um aspecto de ‘caimento’ da pele por causa da perda de elasticidade. São aquelas dobras que aparecem, geralmente, nas laterais do rosto e na região do da mandíbula.

tipos de ruga: mulher fazendo procedimento estético no rosto em clínica da Fina Forma

Legenda: Identificar os tipos de rugas é essencial para realizar o procedimento mais adequado.

Como tratar os tipos de rugas

Existem diferentes formas de tratar o surgimento dos tipos de rugas na pele. É possível adotar métodos na sua rotina de cuidados com o corpo e alimentação que favorecem a prevenção das rugas. Há, inclusive, exercícios faciais que ajudam a adiar o envelhecimento da pele.

Os procedimentos estéticos também são uma ótima solução para obter resultados mais precisos e eficientes. Por isso, é muito importante identificar as rugas através de uma avaliação profissional para que seja indicado o tratamento correto. Cada tipo de ruga possui procedimentos que serão mais eficazes:

Rugas dinâmicas: botox, peeling, microagulhamento, bioestimuladores e skinboosters.

Rugas estáticas: preenchimento com ácido hialurônico, sculptra, laser CO2 fracionado, bioestimuladores e skinboosters.

Rugas gravitacionais: Ultraformer III, radiofrequência, laser CO2 fracionado e preenchimento.

Quer fazer a sua avaliação? Na Fina Forma você conta com uma equipe altamente profissional e qualificada, além de tecnologia de ponta que proporciona todos estes tratamentos. Entre em contato e trate os diferentes tipos de rugas para se sentir bem com o seu corpo.


Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+