Mulher-se-exercitando-na-sala

Como não parar de praticar exercícios em casa?


Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+

 

Com certeza, você já sabe que praticar atividades físicas proporciona diversos benefícios ao corpo. A prevenção de doenças e a diminuição da ansiedade são alguns dos principais exemplos. Com o período de isolamento social, muitas pessoas passaram a fazer seus exercícios em casa.

Até mesmo quem não era adepto da academia antes da quarentena começou a procurar por treinos, seja por ser uma forma de se distrair ou pelos benefícios a saúde física e mental. No entanto, toda rotina de exercício exige que você tome alguns cuidados. Quem não tem o costume de praticar atividade física, precisa ficar atento aos sinais do corpo para não passar dos limites e se lesionar.

Para você fazer exercícios em casa de maneira saudável, acompanhe as dicas que reunimos neste artigo!

Como se preparar para fazer exercícios em casa

Antes de selecionar uma rotina de exercícios, você deve se atentar a alguns pontos. Escolha um cômodo em que você possa afastar móveis com quinas para conseguir se movimentar livremente sem encostar em nada. Teste esticar os seus braços, dar alguns passos para um lado e para o outro.

Na hora de escolher as roupas, dê preferência ao que dá liberdade de movimento e deixa o seu corpo respirar. Tops, camisetas de algodão, shorts ou calças legging são peças comuns que podem substituir as roupas de academia na hora de fazer exercícios em casa.

Mesmo na hora de fazer exercícios em casa, é importante usar tênis, de preferência em um modelo esportivo. Esse tipo de calçado diminui o impacto da atividade física nas articulações.

Por fim, lembre-se de beber água não só durante o exercício. A quantidade ideal varia de pessoa para pessoa, por isso o importante é não passar sede. Como o suor contribui para a desidratação do corpo, procure tomar alguns copos de água ao longo do dia e também se hidratar depois de terminar o seu treino em casa.

Em casa, não temos a orientação de um treinador. Esse profissional avalia diversos fatores na hora de propor uma rotina que seja adequada para você. Além disso, ele é responsável por garantir a execução correta das atividades.

Um movimento mal executado por causar lesões, principalmente se for repetido várias vezes. Por isso, separamos alguns movimentos recomendados pela Organização Mundial de Saúde para você fazer em casa.

Mulher se exercitando enquanto vê vídeoaula na TV

Legenda: Ao procurar rotinas de exercícios online, atente-se à postura correta para a execução de cada atividade.

5 exemplos de exercícios para fazer em casa

  1. Alongamento de braços: com as suas mãos atrás das suas costas, entrelace os dedos e estique bem os seus braços. Mantenha essa posição por cerca de 30 segundos para alongar o peitoral e os ombros.
  2. Prancha: deite-se no chão, apoiando o seu peso nos antebraços e na ponta dos pés. Fique assim durante 30 segundos. Esse exercício trabalha o abdômen e as pernas.
  3. Agachamento: com os pés na distância dos quadris, flexione o seu joelho jogando a sua pélvis para trás. Faça de 10 a 15 repetições, mantendo sempre o calcanhar no chão e os braços para frente. Essa atividade usa os músculos das pernas.
  4. Abdominal: deite-se no chão de barriga para cima com os pés no chão e os joelhos dobrados. Agora, tente levantar o seu tronco até os seus joelhos sem usar os braços, mexer as suas pernas ou os seus pés. Com 10 repetições, você já trabalha os músculos da região do abdômen.
  5. Polichinelos: comece parada com os braços ao lado da sua coxa. Enquanto pula, junte as suas mãos acima da cabeça e separe as suas pernas. Depois volte para a posição inicial. Esse movimento trabalha diversos músculos do corpo e também a coordenação motora. Aqui também valem as sessões de 10 a 15 repetições de cada vez.

Lembre-se de sempre respeitar o seu próprio ritmo na hora de fazer esses exercícios em casa, ok? Entre cada uma dessas atividades, o tempo médio de descanso deve ser de 1 minuto. No total, meia hora de exercícios por dia é o bastante para manter o seu corpo saudável. Na medida em que você fica mais acostumada com as atividades, você pode ir aumentando o tempo e a intensidade de treino.

Se você achou o post de hoje útil, compartilhe ele nas redes sociais e ajude mais pessoas a se manterem ativas na quarentena!


Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+